Após sofrer no Rio 2016, Rússia é banida dos Jogos de Inverno de 2018 pelo COI

Por: ANÍBAL GALINDO

País é acusado de patrocinar uma rede de fornecimento de substâncias ilícitas para atletas e de fraudes em exames antidoping

O Comitê Olímpico Internacional (COI) anunciou nesta terça-feira o banimento da Rússia dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2018, que serão realizados em PyeongChang, na Coreia do Sul,  entre os dias nove e 25 de fevereiro, por causa de um escândalo de doping.

A decisão para banir a Rússia foi tomada após uma reunião do comando do COI em sua sede, localizada em Lausanne, na Suíça, que analisou os resultados de uma comissão investigativa guiada pelo ex-presidente do país helvético Samuel Schmid.

O país europeu é acusado de patrocinar uma rede de fornecimento de substâncias ilícitas para atletas e de fraudes em exames. Por conta disso, já havia sido proibido de participar das provas de atletismo das Olimpíadas de 2016, que aconteceram no Rio de Janeiro, e teve seu laboratório antidoping suspenso pela Wada (Agência Mundial Antidoping, na sigla em inglês).

“Como atleta, fico triste por todos os competidores limpos que sofreram com essa manipulação”, declarou o presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, ex-esgrimista.

Segundo o comitê, apenas atletas que comprovarem que estão “limpos” poderão participar dos Jogos de Inverno de 2018, mas sob a bandeira olímpica – se ganharem medalha de ouro, por exemplo, não ouvirão o hino russo. Além disso, terão de se submeter a uma banca de avaliação formada por quatro membros.

Nenhum funcionário do Ministério do Esporte da Rússia poderá ser credenciado para o evento, e o ex-chefe da pasta, Vitaly Mutko, hoje vice-primeiro-ministro, não poderá participar de nenhuma edição de Jogos Olímpicos.

Duro golpe

A decisão chega a cerca de seis meses do início da Copa do Mundo de 2018, que será disputada na Rússia, país que já sediara as Olimpíadas de Inverno em 2014, em Sóchi. Na ocasião, ficara em primeiro lugar no quadro de medalhas, mas 11 delas já foram cassadas por doping, derrubando o país governado por Putin para a quarta posição.

Fonte: Esporte – iG 

 

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *