Após morte de jovem e filhos gêmeos no parto, assessoria envia nota à imprensa

Teixeira de Freitas: A equipe Vida diária vem buscando informação sobre um caso que ocorreu na última sexta-feira (12), porém, só no fim da tarde deste domingo (14), recebemos uma nota da S3 Estratégias e Soluções, empresa que está administrando as unidades hospitalares da cidade. Não conseguimos nenhum contato com a família das vítimas, e tão pouco eles registraram algum tipo ocorrência. Mas acompanhamos pelas redes sociais a notícia de que Kaini Alves dos Santos, que acabou de completar 15 anos (dia 10 de maio), morreu na noite desta sexta-feira, no hospital municipal, dois dias depois de ter dado à luz a gêmeos. Os bebês nasceram com 2 quilos e meio cada, mas também não sobreviveram.De acordo com informações, Kaine, com oito meses de gestação, deu entrada na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI), perdendo líquido, depois de cinco dias internada e já com sérios problemas. Os médicos tentaram fazer um parto normal, isso no dia 10, não conseguiram, então resolveram fazer uma cesariana. No dia seguinte, a mãe da jovem recebeu a informação de que os dois netos haviam morrido. Kaine então foi levada para o hospital municipal apresentando inchaço, sangramento pelo nariz e manchas vermelhas pelo corpo. Para desespero da família, a jovem mãe também não resistiu e morreu.Por ser uma menina tão nova, mãe de gêmeos e com complicações, o que se indaga é por que os médicos tentaram fazer o parto normal? O caso chocou a região. Ainda segundo a denúncia, os corpos das vítimas não foram encaminhados para o IML para serem necropsiados. Foram levados para Itamaraju por uma funerária cedida pela prefeitura. Nossa equipe, assim que soube do caso, vem tentando falar com a direção da UMMI e só então que recebemos uma nota, a qual informa: a direção da S3 Estratégias e Soluções em Saúde se solidariza com a família da jovem Kaine, falecida na última sexta-feira (12), e informa a abertura de sindicância administrativa a fim de apurar as responsabilidades, bem como a instalação de uma comissão de ética.A empresa ainda informou que com o objetivo de aperfeiçoar o relacionamento com os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) e assegurar a melhoria contínua da assistência integral ao paciente, a S3 Estratégias e Soluções em Saúde implantará, até o final de maio, o serviço de Ouvidoria na Unidade Municipal Materno Infantil (UMMI), UPA e Hospital Municipal de Teixeira de Freitas.

Desde o dia 1°de maio, momento que a instituição assumiu a gestão das unidades de modo emergencial, a entidade, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, busca reverter o quadro de sucateamento das unidades e reestruturar os serviços de média e alta complexidade no município. De acordo com a direção da S3 Estratégias e Soluções em Saúde, o atendimento será presencial e o cidadão poderá registrar sugestões, reclamações, elogios e denúncias, bem como solicitar informações sobre serviços e procedimentos. (Por: Mirian Ferreira)

Comments

comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *